Como estruturar e otimizar o setor financeiro?

A estrutura ideal do setor financeiro de uma empresa depende de vários fatores. Antes de definir o que é certo ou errado, é preciso considerar o seu tamanho, a quantidade de funcionários e até mesmo o modelo de negócio.

No que diz respeito a tamanho, por exemplo, é muito comum que, em empresas menores, o próprio dono cuide do departamento financeiro ou então apenas um funcionário se dedique exclusivamente a ele.

De qualquer forma, aqueles que cuidam das finanças de uma empresa têm uma grande responsabilidade, pois esse setor precisa garantir a gestão eficiente do patrimônio do negócio.

Neste artigo, explicaremos como funciona o setor financeiro da empresa, os cargos que o departamento precisa ter e também daremos algumas dicas sobre como otimizá-lo. Boa leitura!

Como deve ser a estrutura do setor financeiro?

Podemos dizer que o departamento financeiro de uma empresa representa um elo entre todos os setores, sendo essencial esse relacionamento entre eles para a garantia do bom funcionamento do negócio.

O contato do financeiro com os outros departamentos pode ser tanto para alinhar o valor disponibilizado para cada um investir em melhorias como para resolver questões de pagamento.

Além disso, o setor financeiro da empresa exerce diversas funções e os seus responsáveis precisam mostrar a sua capacidade de captar recursos e também apresentar maneiras sobre como aplicar o capital disponível da melhor forma.

É importante também garantir que não ocorram gastos desnecessários para que as finanças do negócio estejam sempre em dia e saudáveis.

Assim sendo, elaboramos uma lista com as principais funções do setor financeiro para que você possa compreender melhor o seu funcionamento. Confira:

  • Contabilidade

Uma das funções mais importantes do setor financeiro, a contabilidade tem o papel de cuidar dos ativos e passivos patrimoniais da empresa, ou seja, controlar os seus estoques, equipamentos, imóveis, investimentos, entre outros. Os ativos representam todos os bens que a empresa possui e os passivos os seus financiamentos e pagamentos.

E não apenas isso: a contabilidade também envolve todas as alterações que possam interferir no capital de uma empresa e, após a análise de todos os dados, é possível calcular as despesas e os lucros que o negócio obteve. Ela permite ainda que os gestores possam tomar melhores decisões em relação a tudo que envolva dinheiro.

  • Contas a pagar e a receber

Pela gestão de contas a pagar e a receber, passam todas as movimentações financeiras que são feitas dentro da empresa. Afinal, para um controle eficaz, é fundamental documentar e registrar todas as transações.

Nessa função, o financeiro realiza o controle do dinheiro que a empresa deve pagar aos seus fornecedores e funcionários, por exemplo, impedindo que algum pagamento não seja efetuado. Caso isso aconteça, ela poderá até ser multada.

A gestão de contas a receber precisa garantir que todos os valores previstos para serem creditados em um determinado período sejam de fato efetivados.

  • Tesouraria

A tesouraria faz uso de ferramentas como o fluxo de caixa e plano de contas para garantir que todas as contas estejam organizadas. Como resultado, garante que as finanças do negócio estejam saudáveis, evitando possíveis prejuízos.

  • Gestão de tributos

É responsável por lidar com todos os tributos e impostos de uma empresa. Os gestores desse setor precisam calcular o que se deve e assegurar que seja pago em dia para cumprir todas as exigências tributárias.

Além do mais, com a gestão de tributos, é possível identificar o melhor regime tributário e poupar o pagamento de impostos desnecessários.

  • Planejamento Financeiro

Nessa função, o gestor precisa planejar o orçamento disponível para os próximos períodos, determinar estratégias a fim de cumprir os objetivos da empresa e ainda estar preparado para resolver qualquer problema que possa surgir.

Com um bom planejamento financeiro, existe a possibilidade de identificar quais recursos podem ser utilizados para que a empresa continue progredindo e também projetar melhor o seu futuro considerando os dados financeiros gerados pela contabilidade.

Veja também: Os 5 Erros do Orçamento Empresarial

  • Auditoria

A auditoria é uma tarefa bem importante, pois avalia o setor financeiro da empresa e identifica se o que vem sendo realizado está correto, garantindo algo muito importante para todos: transparência.

Dessa forma, ela promove a credibilidade do departamento e pode ajudar os gestores a prevenir certos imprevistos.

Se você quiser conhecer ainda melhor as rotinas do setor financeiro de uma organização, temos um post que pode lhe ser útil: Conheça as principais rotinas do setor financeiro

Como otimizar o setor financeiro de uma empresa?

Agora que você já viu as principais funções do setor financeiro, vamos conferir 3 maneiras para otimizar o departamento, garantindo a melhoria em sua estrutura e atividades. Veja abaixo:

  • Controle o fluxo de caixa

Controlar o fluxo de caixa é essencial para garantir que a gestão do setor financeiro é eficaz. Para isso, é preciso sempre conferir todas as informações recebidas para que seja possível enxergar com clareza as quantias que estão saindo e entrando do caixa.

Com esse controle, além de evitar gastos desnecessários, existe a otimização dos recursos do setor financeiro da empresa.

  • Use ferramentas de gestão financeira

Ao analisar os dados e gerar relatórios, é natural que o profissional responsável cometa alguns erros os quais, se não forem encontrados rapidamente, podem causar diversos prejuízos à empresa.

E como as tarefas manuais consomem muito tempo, o gestor acaba perdendo produtividade, pois poderia estar realizando outra tarefa mais importante para o setor.

Assim, é muito válido investir em softwares voltados para a gestão financeira, pois eles permitem a automatização de diversas atividades, resultando em economia do tempo disponível para que a equipe possa focar no que realmente é importante.

  • Realize o controle financeiro

Ao realizar um acompanhamento regular em relação à gestão de contas a pagar e receber, os gestores sempre obterão informações atualizadas em relação às despesas e receitas. Isso é fundamental para lhes poupar da necessidade de pagamento de alguma despesa não planejada.

Ao garantir que os processos sejam otimizados, erros que possam comprometer o setor financeiro da empresa serão descartados e o departamento terá um alto desempenho em todas as suas funções.

Por conta disso, quanto mais se capacitar na área, melhor. Assine agora mesmo a newsletter da NWZ Treinamentos e fique sempre atualizado em relação aos nossos cursos!

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *